Lançamento do novo clipe: Sombra Minha

03/09/2013

O clipe da canção Sombra Minha está saindo do forno (ouça a canção aqui!). Isso é motivo de muita alegria para Taïs e toda a equipe que trabalhou duro no último ano para produzí-lo. Nós queremos compartilhar esta alegria com vocês, e por isso contaremos aqui um pouco de como foi o processo de concepção, gravação e edição! O lançamento do clipe está marcado para o dia 10 de setembro, mas antes disso o teaser do clipe dá uma ideia do que está por vir…

Composição de Fernanda Dias, Suzana Thomaz e Taïs Reganelli, Sombra Minha foi gravada no álbum “Leve” de Taïs Reganelli, e mais recentemente no primeiro álbum de Fernanda Dias (ouça aqui!). A canção venceu o Festival da ARPUB em 2010, e foi muito tocada nas rádios de todo o Brasil.
Sombra Minha é uma das favoritas do disco, e tem um aspecto muito visual, seu arranjo nos remete à imagem de uma perseguição. Foi daí que nasceu a ideia de fazer o clipe, segundo Taïs: “Com essa imagem da perseguição, nos inspiramos muito no desenho animado Corrida Maluca, e queríamos fazer uma homenagem ao clássico do cinema A Corrida do Século (The Great Race, 1965).”

Ainda sobre a concepção, o cineasta Juliano Luccas, diretor do clipe, conta mais alguns detalhes: “Eu queria trabalhar com a técnica de Chroma Key à moda antiga, de forma que o cenário falso (a tela verde) ficasse descarado. Sabe quando você vê um daqueles filmes clássicos com cenário falso e sabe que está sendo enganado, mas se deixa embarcar na fantasia da história? Minhas maiores referências foram os filmes Noir da década de 40, os Gângsters cheios de clichês dos anos 30, as perseguições delirantes e exageradas das comédias de Chaplin, Keaton e Lloyd, e é claro, o clássico ‘The Great Race’.”

Uma vez a concepção definida e todo o clipe desenhado em storyboards, a produção do clipe foi bem intensa: um mês de planejamento para um só dia de gravação em estúdio. Segundo Juliano, a dificuldade maior foi dirigir o filme com os músicos, não-atores, todo em fundo verde de estúdio, sem nenhum cenário! Dificuldade que o percussionista Bruno Sotil tirou de letra, já se pode notar pelas cenas do teaser. Os outros músicos não ficam atrás: Henrique Torres estrelando como arranjador, sonoplasta e ator; a compositora Fernanda Dias, que também entrou para atuar; o brilhante violonista Ricardo Matsuda; o trompetista João Lenhari; e a cantora Taïs Reganelli, em papel duplo: interpretou a mocinha e a vilã da história, esta sombra minha. “A gente se divertiu muito na gravação, foi muito engraçado mesmo”, conta Taïs.
Uma curiosidade: o cenário e as estradas que aparecem no clipe foram gravados em duas diárias na Europa, entre a Bélgica e a Holanda, durante a última turnê internacional de Taïs.

Já com todo o material de vídeo e som, a trabalhosa edição ficou a cargo de Daniel Miori, que contou o passo-a-passo do seu trabalho:
“Fizemos primeiro uma seleção do material gravado, que passou por um tratamento de cor para recortar o fundo verde do Chroma Key e acrescentar as estradas, sombras, os filtros e efeitos. Na edição também acrescentamos movimento aos carros. Muitas cenas tiveram que ser rotoscopiadas, ou seja, recortadas quadro a quadro. Depois de tudo isso fizemos um último tratamento de cor para tudo ficar homogêneo.” Henrique Torres, que assina a sonoplastia do clipe, foi quem finalizou a edição, com o tratamento do áudio e a mixagem. Apesar da experiência com filmes, este foi seu primeiro trabalho de sonoplastia em videoclipe: “No clipe o foco é a música, e não a sonoplastia, então os efeitos tem que ser bem dosados, e a direção me ajudou bastante nisso.”

Todo este trabalho durou quase um ano para ficar pronto. E é isso o que veremos dia 10 de setembro, à partir das 15h, no canal da Taïs Reganelli no Youtube, e aqui no site.

Veja aqui a ficha técnica do clipe!

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>